X

6333
Especialidade: Farmacêutico pós graduado em plantas medicinais
Autor: Marcus Vinicius Monteiro Borghi |
Endereço: Rua Dr Borman numero 13 Loja 101
04/11/2016 às 15:16h
Saúde



Por: Marcus Vinicius Monteiro Borghi
6333
Especialidade: Farmacêutico pós graduado em plantas medicinais

POLIVITAMINICOS. PORQUE SIM.


Uma dúvida bastante comum nos dias de hoje é com relação a nossa alimentação. O que comer, o que não comer, qual a quantidade, isso faz bem ou é um veneno disfarçado? A duvida fica ainda pior se tentarmos entender se o que estamos ingerindo é suficiente ou não para nos manter nutridos e saudáveis.

 

Em seu livro “COMO VIVER MAIS E MELHOR” o Dr. Linus Pauling, ganhador de dois prêmios Nobel, já comentava a respeito da diferença nutricional nos vegetais plantados na década de 50, e os colhidos na atualidade, salientando a diminuição de sais minerais e vitaminas nestes vegetais e note que não estamos falando na avalanche de alimentos industrializados ricos apenas em carboidratos (açucares) que consumimos hoje.

 

Vários estudiosos em nutrição afirmam que para termos um suprimento adequado de sais minerais e vitaminas, deveríamos ingerir em media de 8 a 10 fartas porções de frutas e vegetais ao dia, não esquecendo é claro de comer também as proteínas, ou seja viveríamos para comer e ver gradativamente o nosso peso subir.

 

Não é à toa que a industria farmacêutica mundial investe pesado em formulas e propagandas de suplementos, pois, já descobriu, que eles são uma necessidade e mesmo uma realidade no cotidiano principalmente dos moradores de grandes centro urbanos que via de regra nunca tem tempo para nada, nem mesmo para fazer uma boa refeição sem contar o stress urbano que nos acelera exaurindo inúmeros nutrientes.

 

De acordo com a “Teoria de Triagem” do Dr. Bruce Ames: “Toda vez que vitamina e minerais não estiverem suficientemente suplementados na dieta de um organismo, os estoques contidos serão utilizados para a manutenção básica de sobrevivência e reprodução, em detrimento dos metabolismos de manutenção da saúde”. Segundo o Dr. Ames, este fato levaria a um processo degenerativo que ele chamou de ENVELHECIMENTO MALIGNO, ou seja, a saúde do indivíduo vai sendo minada dia a dia de forma silenciosa, e  na maioria das vezes quando vemos as agressões já geraram incontáveis danos a saúde física e neurológica desta pessoa.

 

A Organização Mundial de Saúde, OMS, relata que o mundo esta passando por uma carência nutricional bastante importante denominada “FOME OCULTA ”. A Fome Oculta é caracterizada pela falta de vitaminas e sais minerais na alimentação tanto de povos onde a fome é uma característica como também em populações industrializadas  onde existe mais fartura de alimentos e mesmo assim a população está desnutrida.

 

Sempre que tenho a oportunidade, comento tanto com os profissionais de saúde, médicos, dentistas, farmacêuticos, nutricionistas etc, como também com pacientes e clientes, que todo bom tratamento se inicia com um bom polivitaminico e que isso passa a ser quase que uma obrigação não só no auxilio a  cura de doenças, mas também na manutenção de uma boa saúde. Quando me perguntam  ‘’E quando usar?’’ Respondo fazendo uma analogia. Digamos que o seu corpo seja uma poderosa Ferrari cheia de potência. O que acontece se você deixar a gasolina acabar? Ou se você colocar uma gasolina de qualidade duvidosa? Pois é, para se manter ativo e saudável o seu corpo necessita constantemente de inúmeros nutrientes, que se faltarem irão comprometer o bom funcionamento desta incrível maquina que é o seu organismo.

Leia Também:

MAIS COMENTÁRIOS

Deixar um comentário:




Enviando comentário....Aguarde.